有些相聚纯出于偶然,无需事先安排

0726.webp

影像

那个在慕尼黑中央火车站自言自语的人
说的是什么语言?已是夜晚,售卖亭已不卖报纸和咖啡,
而那些在车站长廊游荡的人
说的是什么语言?慕尼黑的那名男子
没要我做什么,甚至没要我
做任何表情,也就是说,他到了这种境界,
他谁也不需要,也不需要自己。然而,
他却和我说话了:一种不等同任何一种
可以表达感情和激情的语言,只是一连串的音节,
其逻辑性与黑夜相悖。我自问,我懂他的语言吗?
或许他想告诉我他叫什么名字?来自何方?
——那个时候已没有火车了吗?
出发的?到达的?
如果他告诉我这个,我会回答他说,
我在这个德国车站的一隅,
也无人可等待,也无人可以告别,但我会提醒他,
有些相聚纯出于偶然,无需事先安排。
——这样占星术便获得了意义;至于生活本身,
除了占星术之外,会赋予孤独以意义,
而孤独则把一个人推向已不卖报纸和咖啡的
冷寂车站,把剩余的灵魂还给不在场的身体
——这足以开始一个对话,虽然我们彼此不过是
对方的影子而已。也就是说,在夜晚的某个时间,
谁也不能保证自己的现实,
甚至当一个像我一样的他人,
在一个死寂的车站见证了
世界上所有的寂寞如何被拖入
毫无意义的词语之中的时候。

作者 / [葡萄牙] 努诺·朱迪斯
翻译 / 姚风
选自 /《红狐丛书 · 橄榄林的黄昏:玫瑰变奏曲》,江苏凤凰文艺出版社

Imagem

O homem que falava sozinho na estação central de munique
que língua falava? Que língua falam os que se perdem assim, nos
corredores das estações de comboio, à noite, quando já nenhum
quiosque vende jornais nem cafés? O homem de
munique não me pediu nada, nem tinha ar de
quem precisasse de alguma coisa, isto é, tinha aquele ar
de quem chegou ao último estado
que é o de quem não precisa nem de si próprio. No entanto,
falou-me: numa língua sem correspondência com linguagem
alguma de entre as possíveis de exprimirem emoção
ou sentimento, limitando-se a uma sequência de sons cuja lógica
a noite contrariava. Perguntar-me-ia se eu compreendia acaso
a sua língua? Ou queria dizer-me o seu nome e de onde vinha
— àquela hora em que não estava nenhum comboio
nem para chegar nem para partir? Se me dissesse isto,
ter-lhe-ia respondido que também eu não esperava ninguém,
nem me despedia de alguém, naquele canto de uma estação
alemã; mas poderia lembrar-lhe que há encontros que só dependem
do acaso, e que não precisam de uma combinação prévia
para se realizarem. – É então que os horóscopos adquirem sentido;
e a própria vida, para além deles, dá um sentido à solidão que empurra
alguém para uma estação deserta, à hora em que já não se compram
jornais nem se tomam cafés, restituindo um resto de alma ao corpo
ausente – o sufciente para que se estabeleça um diálogo, embora
ambos sejamos a sombra do outro. É que, a certas horas da noite,
ninguém pode garantir a sua própria realidade, nem quando outro,
como eu próprio, testemunhou toda a solidão do mundo
arrastada num deambular de frases sem sentido numa estação morta.

Nuno Júdice

在异国的车站,一位自言自语的陌生人引起了诗人的注意。

——他们言语不通,彼此原本毫无干系,却引发了诗人内心一连串的设问,并进而发现,本质上,这个自言自语的人与自己在精神上是如此相似,“无人可等待,也无人可以告别”。

人们生来孤独,“相聚纯出于偶然”。

正是在这偶然的必然之中,在言语不通的“对话”中,两个人彼此成为对方的影子。

要我说,诗意常常产生于这种陌生,哪怕迎面而来的人仅仅是在梦呓般自言自语。甚至我们可以大胆想象,一个“疯子”,一个在慕尼黑中央火车站、在上海虹桥站、在广州白云机场自言自语的人,也许就是你(哪怕你保持着沉默,在他人看来也并无二致)。

是的,我们都是“那些在车站长廊游荡的人”中间的一个,我们,都是诗人所说“一个像我一样的他人”,在某个出离现实的瞬间,与世界的本质连通在一起。
荐诗 / 丝绒陨(私人公众号:路透摄)
2018/07/26

 

 

题图 / Abdul Manan

137total visits,1visits today

发表评论